Minicontos

Nosso gato (inédito)

O gato não era nosso, compartilhávamos com ele a igreja em construção para nos abrigarmos da noite e da chuva. Compartilhávamos também a fome, e normalmente lhe sobrava alguma coisa, do que se catava nas lixeiras, do que se ganhava das pessoas na rua. Essa comunhão o fazia quase da família. Uma noite, chovendo há três dias sem parar, as lixeiras molhadas, as pessoas dentro de casa, a família muito grande, o que nos sobrou foi o gato.

Leonardo Brasiliense
06/05/2017

 

 

Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores