Comentários

Um adeus aos contos de fadas

Oscar Bessi Filho
www.igbandalarga.ig.com.br/aplauso, fevereiro/2007

Minicontos do gaúcho Leonardo Brasiliense seduzem e divertem adolescentes e adultos, que se reconhecem (ou relembram sorrisos) em livro de narrativa ágil e plena de surpresas.

Quem já não mentiu ter perdido a virgindade? Quem já não incomodou para pegar o carro aos 16? Quem já não teve a sensação de que nasceu no mundo errado, ou pelo menos na casa errada? Quem ainda acredita em conto de fadas?

O mundo de hoje, dinâmico e corrido, admite - e pede - novas formas de expressão artística para que o homem lembre, nos intervalos de seu cotidiano mecânico, de que ainda é homem e sensível. A racionalidade surge no inesperado, no que não está pronto, no que é saudade e gargalhada.

Os minicontos de Leonardo Brasiliense vêm, justamente, para trazer este despertar necessário. Ler, seja no ônibus, metrô, numa fila qualquer de banco ou na espera de uma ante-sala. Sempre é uma boa pedida. Uma fuga ao resumo cotidiano das notícias trágicas, dos estressantes informes econômicos e políticos ou fofocas do show business.

Precisamos no reencontrar. Precisamos, essencialmente, nos reler.

No livro "Adeus Contos de Fadas", (86 pg, Editora 7 Letras), os minicontos de Leonardo Brasiliense conseguem conciliar rapidez e intensidade.

As breves histórias a que o leitor terá acesso ultrapassam as fronteiras de idade e os conflitos apresentados podem ser considerados universais. Leitura para pais e filhos, pinçadas com maestria por este gaúcho de São Gabriel que, na infância, chegou a morar numa Biblioteca Pública por seis meses.

O autor cursou a faculdade de medicina na UFSM e desenvolveu estudos de psicanálise, até que decidiu ser escritor. Primo de Luís Antônio de Assis Brasil, é autor também de "Des(a)tino" (Editora Sulina, Porto Alegre, 2002, 110 pág, contos), "Meu sonho acaba tarde" (WS Editor, Porto Alegre, 2000, 112 pág, contos) e "O desejo da Psicanálise" (Editora Sulina, Porto Alegre, 1999, 184 pág, teoria psicanalítica).


00/00/0000

 

 

Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores