Comentários

Os olhos estão na consciência

Francisco Dalcol
Diário de Santa Maria (Santa Maria, 03/05/2008)

As escolhas, as ações, os acertos e desacertos de cada um dependem da forma como a consciência interpreta a realidade. Mais uma vez, Leonardo Brasiliense se inspirou em um tema na hora de escrever seu novo livro. Olhos de Morcego, a quinta obra do autor gabrielense, será lançada sábado, às 17h, na Feira do Livro.

Brasiliense, 35 anos, ganhou em 2007 dos prêmios Açorianos e Jabuti com o livro de minicontos Adeus conto de fadas. Agora, em Olhos de Morcego, ele deixa para trás o universo adolescente. O título e a epígrafe ajudam a entender as idéias que rondam o livro. Ambos saíram de uma frase de Aristóteles: “Assim como os olhos dos morcegos reagem diante da luz do dia, assim também a inteligência que está em nossa alma se comporta diante das coisas que, por sua natureza, são as mais evidentes”.

- Fiquei tão impressionado que parei de ler e fui escrever. Senti na carne a sensação de que, quando nos damos conta das coisas mais importantes e evidentes, ficamos aturdidos, nos sentindo embaralhados, como os morcegos diante da luz – conta.

Dessa idéia, surgem as situações exploradas pelos 10 contos, com personagens que enfrentam realidades agressivas, em ações desastrosas com conseqüências equivocadas:

- No decorrer dos contos, os personagens vão ficando menos perdidos. Meus livros são criados por um projeto temático. Des(a)tino fala do destino versus o livre-arbítrio. Adeus conto de fadas, dos conflitos juvenis.


00/00/0000

 

 

Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores